Contact Us

Use the form on the right to contact us.

You can edit the text in this area, and change where the contact form on the right submits to, by entering edit mode using the modes on the bottom right. 


Rio de Janeiro
Brazil

header-bio.jpg

Biografia

portrait4hires.jpg

Pianista brasileira, fundadora da Brasil Classical e idealizadora do projeto Academia Jovem Concertante e da Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro

A dinâmica pianista brasileira é fundadora da agência Brasil Classical, idealizadora do projeto Academia Jovem Concertante e da Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro, a Rio Music Week. Paralelamente tem uma carreira ativa como recitalista, camerista e solista de orquestras nas Américas, Europa e Ásia. A artista, mineira de Caratinga, é uma das pianistas brasileiras mais atuantes do atual cenário nacional. Reconhecida por seu intenso temperamento, capacidade técnica e direção rítmica, vem ganhando notoriedade por divulgar a música de concerto brasileira. Além disso, se tornou uma referência no panorama musical por idealizar empreendimentos culturais que fortalecem e criam novos públicos para a música erudita no Brasil. Simone se dedica especialmente ao repertório de Bach, Prokofiev, Rachmaninoff, compositores das Américas e a obras contemporâneas brasileiras escritas especialmente para ela. Mantém uma agenda internacional frequente e se apresenta nas principais salas anualmente, entre elas o Carnegie Hall, a Sala Cecília Meireles e a Sala São Paulo. Já trabalhou como solista ao lado das orquestras Miami Symphony, Amazonas Filarmônica, Neojibá, Sinfônica Heliópolis, Filarmônica do Espírito Santo e Sinfônica de Barra Mansa, em que esteve sob a batuta dos maestros Eduardo Marturet, Ricardo Castro, Apo Hsu, Daniel Guedes, Guilherme Bernstein, Helder Trefzger e Luiz Fernando Malheiro. Em 2010, a pianista fez uma bem-sucedida turnê pela China que a levou a seis cidades, tendo ministrado máster classes para os alunos do Conservatório de Pequim e da Universidade de Qindao. Lançou seu primeiro CD, com obras de Ginastera, Beethoven e Andre Mehmari, distribuído pelo selo americano MSR Classics, marcado por extensa turnê pelo Brasil e Estados Unidos. Em 2013 realizou turnê nacional com a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, regida pela taiwanesa Apo Hsu e pelo brasileiro Guilherme Bernstein, que se tornou a base do documentário Pare Olhe e Escute, dirigido por Katia Lund e supervisão de Laís Bodanski. Em 2016 prepara seu novo álbum dedicado a obras de Bach, que está gravando na Noruega. Simone Leitão obteve seu Doutorado em Piano Performance e História da Música pela Universidade de Miami, Mestrado pela Academia de Música da Noruega e o Bacharelado em Música pela Uni-Rio. Especializou-se nas obras para piano e orquestra de Villa-Lobos. Em Miami foi aluna de Ivan Davis, famoso discípulo de Horowitz, na Noruega estudou com Geir Beaaten, e no Brasil trabalhou com Linda Bustani e Homero Magalhães.

Brasil Classical

Fundada por Simone Leitão, em 2009, a Brasil Classical tem como missão divulgar a música erudita brasileira e os seus integrantes nos Estados Unidos. A pianista aproveita a renda obtida com a venda de ingressos no exterior para comprar instrumentos que serão doados a projetos que visam a inclusão social no Brasil através da música de concerto. Desde a estreia, o BC ocorre, anualmente, no Knight Hall, em Miami, onde se apresenta com aMiami Symphony Orchestra. Há dois anos, a iniciativa também ocorre no Carnegie Hall, em Nova York.

Academia Jovem Concertante

A Academia Jovem Concertante, projeto que tem a direção artística de Simone Leitão e a regência do violinista Daniel Guedes, teve sua estreia, em 2012, com uma turnê que percorreu sete estados brasileiros com 21 jovens músicos de todo o país. A AJC consiste no trabalho intensivo em um repertório orquestral variado, que visa preparar o jovem músico para o seu futuro como integrante das orquestras profissionais de qualidade do país. Além disso, existe um grande enfoque no repertório de música de câmara, onde os músicos terão a oportunidade de se apresentar em concertos didáticos.

Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro

Em sua 4ª edição, a Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro, sob direção da pianista Simone Leitão, promove a música de câmara com a apresentação de diversas atividades musicais na cidade do Rio de Janeiro. São oferecidos concertos e atividades de integração, que incluem workshops, concertos didáticos e masterclasses. No projeto, a pianista já se apresentou com o Quarteto Brodsky, Quarteto Arianna, Martina Filjak, Henning Kraggerud, Daniel Rowland, Michael Collins, Quarteto OSESP, entre outros.

Este ano, o festival acontece de 23 a 30 de setembro em dois dos principais espaços de música sinfônica da cidade, a Sala Cecília Meireles e a Cidade das Artes.

Crítica

"Em seu primeiro CD solo, Simone Leitão se arrisca num repertório extremamente ambicioso e variado. Leitão faz uma leitura vigorosa da Sonata op. 22 de Alberto Ginastera e tem ainda a boa idéia de encomendar uma obra inédita a André Mehmari: Grande Baião de Concerto."

Irineu Perpétuo - Folha de São Paulo, Setembro de 2011

 

"...Leitão foi a solista impecável e eficiente nessa obra elaborada, um grande concerto para piano (Mômoprecóce). Ela foi mais convincente nas partes rapsódicas e romanticas, onde mostrou varrer a atmosfera com seu agitado lirismo."

Lawrence Budmen, South Florida Classical Review, Miami, 2009.

 

"Simone Leitão lució su asombrosa destreza y magnifica memória con una interpretación impecable."

Daniel Hernandez, El Nuevo Herald, Miami, 2009.

 

"O ponto alto foi a Sonata no. 6 de Prokofieff. Há de tudo ali para um bom pianista....Simone passeou por essas paragens com desenvoltura, mostrando boa técnica e forte temperamento. Pode ir mais longe."

Luiz Paulo Horta, O GLOBO, 2008.

 

South Florida Classical Review, por Lawrence Budmen, sobre o Brasil Classical: "Baseado na alta qualidade artística da primeira edição do Brasil Classical, a série se coloca como uma importante peça no cenário cultural do sul da Flórida."

 

"Simone Leitão lució su asombrosa destreza y magnífica memória con una interpretación impecable del Momoprecóce." 

Daniel Hernandez, El Nuevo Herald, Miami.

 

"A virtuosa pianista brasileira Simone Leitão fez um debut eletrizante em seu primeiro CD mostrando vitalidade, cor e interpretação decidida. Na sonata de Rachmaninoff ela expressa todo o seu romantismo épico, com impulsos apaixonados cheios de ardor emocional. Não lhe falta técnica para isso." 

Gary Lemco, Audiophile Audition, 2012.

Links:

Brasil Classical

www.brasilclassical.com

Academia Jovem Concertante

www.concertante.com.br

Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro

www.riomusicweek.com